Meu neto

Meu neto

Filho da filha

Do pai que já foi filho

Do avô que já foi pai

Família é causa que não se esvai

 

Verdadeiro legado

Quando a moral prevalece

O ente que vem para ser amado

O ser que chega envolto em prece

 

Seja resgatante ou missionário

O que importa é amá-lo

Ensiná-lo o relicário do amor

Com que aliviar dos outros a dor

 

Meu neto, não de verdade meu

De Deus Pai sim um filho

Mais, meu irmão de jornada

Que seus pais cuidarão com mão amada

 

Filho de minha filha querida

A quem rogo proteção todos dias

Que esta se estenda agora sem medida

Ao lar completo que se formará nesta vida

 

Trazido ontem o Gabriel à nossa presença

Não importa qual lhe será a crença

Só a Deus prestará contas em consciência

Chegou meu neto, nosso irmão de vivência

Quinto Zili

 

3 comentários sobre “Meu neto

  1. vida que vai, vida que vem, num infinito conviver e recomeçar
    vida que segue, livre e liberta, embalada como anjo, codinome Gabriel
    receba nossas bênçãos de amor e o desejo eterno de evolução, sempre!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s