Começo

Nem sempre é assim
Nem sempre se enxerga um começo
Olhando ao redor se nota
Já havia sido traçada uma rota

Não era tua estrada aparentemente
Cumpria atentar para o que se via
Destino só parece ser independente
Ninguém cai onde não devia

Pode ser o recomeço
Analise o que então aconteceu
Se não consegue entender onde foi o tropeço
Vê que tudo está, como deixou, e no que deu

Por isso encontraste esta doutrina
Abrindo tua mente ao entendimento maior
O começo pode ser só um detalhe
Retomar a própria obra é do artesão o entalhe


J.C.M.N.









437

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s