Alma e Calma

Nem todos acreditam

Que algo mais os corpos habitam
Nem que haja um Deus supremo
Que tudo e a todos criou de pleno

Há quem não aceite a própria alma
Como se a própria sombra pudesse refutar
Quase como a culpar o Sol pela sua calma
Por que tanta luz, todos os dias a desperdiçar

Isso só tem um nome decerto
O homem e seu enorme orgulho
Afirma que o Pai não existe nem longe nem perto
Na morte do corpo conhecerá da alma o mergulho

Aceitarmos a humildade em nosso favor
Que o mundo não está a nosso dispor
Se temos um corpo é porque ganhamos uma alma
E nos acharmos superiores só nos leva ao trauma

Muita calma nessa hora
Não é Deus que apavora, por Nossa Senhora
Somos nós mesmos a nos torturar
Só sentir a própria alma, no atual corpo habitar







1101

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s