Nada mesmo, 120

Nada mesmo

Às vezes nos percebemos como imperceptíveis seres no universo. Olhamos o céu à noite e enxergamos uma imensidão de escuro pilhado de outros mundos e vem uma noção de insignificância , de pequenez , de um não ser nada. Nada mesmo. Um nada no meio de um tudo.

Isso porque ainda achamos que o único planeta habitado e com gente inteligente é a Terra.

E quando pensamos na vastidão dos mundos também vem essa sensação  de atraso no tempo. Ainda matamos para comer. Matamos também por ódio e por vingança. Produzimos guerras. O único planeta habitado no universo destrói  sua própria natureza para sobreviver. Quanta demonstração de inteligência… Que adianta a filosofia sobre as galáxias se estamos acabando com a própria água e onde crianças morrem de fome e pela violência.

Nada mesmo. Somos nada e ainda nos falta humildade para reconhecer.

Mas temos solução e salvação. A consciência nos trará o caminho e devemos educar nossos filhos para isso. E tudo mudará. A única verdade.

Quinto Zili

 

 

Tudo, 100

Tudo

Sem dúvida é uma vida feliz e importante a que vivemos.

Sem sombra de dúvida poder amar e ser amado é uma sensação inalienável.

E sem a menor dúvida conhecer o universo, suas leis e crer em Deus é a marca do ser humano pleno.

A possibilidade simples de sermos todos irmãos movimenta por si só um complexo sistema de equilíbrio que ainda não aquilatamos. E de sermos um só nesse Deus é entendimento mais difícil para nós. Mas estamos cada vez mais próximos de perceber que tudo que fazemos e sentimos em relação ao próximo estamos por realizar em nós mesmos e talvez essa sustentabilidade do cosmo universal percebida dentro de nós nos abra a visão dos mundos. Não só nossa curiosidade mas a necessidade nos trará as percepções necessárias.

Deus maior de tudo e de todos.

Quinto Zili

Bençãos, 94

Bençãos

Somos apaixonados pelos santos e santidades e buscamos suas bênçãos a todo momento e por todos os motivos.

Mas se Deus está em nós e somos seus frutos e Jesus nos afirmou dessa maneira, teríamos que mais abençoar do que as pedi-las.

Paradoxo ou não nos falta fé nessa paixão viciada. Nos falta atitude. O bem e o amor já deveriam ter produzido seus efeitos em nós.

A falta de vontade e coragem de entender o amor e o bem nos vem da preguiça espiritual e é marca de nosso corpo carnal que se finge de vítima de si próprio.

Abençoemos com fé e humildade e nos livremos das paixões insanas buscando a vivência do bem e do amor.

Jesus nos ilumine.

DEUS Pai nos abençoe, seus filhos.

Quinto Zili

Cozinha, 88

Cozinha

Alimentação é o mais ancestral de nossos hábitos. Cozido ou crú, comemos desde sempre.

A agregação maior entre nós se deveu à criação dos espaços arquitetônicos, engenheirísticos e prazerosos da cozinha.

Queira ou não, evolução entre nós ou não, o fato é que o que mais une as pessoas e dentro das famílias é o hábito de cozinhar e comer juntos.

Os gourmets então, nem se fale. Como parecem ser cada vez mais desenvolvidos estes especialistas.

Mas o que podemos dizer é que  em planetas verdadeiramente mais evoluídos a alimentação é frugal e mesmo etérea e o que une as pessoas é o convívio  sincero, amoroso e fraterno. Em torno de temas os mais diversos, menos o cozinhar e comer.

Então!

Como transmutar essas nossas premências, hoje de sobrevivência, para uma vivência sobre e além das necessidades básicas?

Sublimar pelo amor e aprender com os ensinamentos de Jesus.

Quinto Zili

Apreço, 86

Apreço

Tal como carinho e amor, apreço é do time dos bons sentimentos.

Por alguém ou algo, é como ter uma dedicação especial. Se envolver e querer ter uma relação.

Então acabamos por nos sentir próximos e isso nos faz bem.

Porque não termos esse sentimento por tudo e todos pode ser a chave do futuro de cada um de nós.

Temos ensinamentos de sobra para nos tornarmos essas pessoas como Jesus e seus apóstolos.

Porque é tão difícil? Porque colocamos outros sentimentos antes do mínimo apreço? Admirar sem invejar é difícil? Olhar sem desejo de posse é complicado? Respeitar o sentimento e a situação do outro pela empatia, mais difícil ainda? E ouvir o outro sem julgar, impossível?

No mais das vezes somos apenas simpáticos e isso menos resolve.

Voltemos ao nosso jardim de infância e tentemos os sentimentos puros. Fazer o outro feliz porque estamos apenas brincando juntos e também ficamos felizes. Isso já bastaria para um excelente recomeço.

Recomecemos amigos.

Quinto Zili

Sonolência, 80

Sonolência

Muitas pessoas estão sofrendo de um mal estranho trazido pelos excessos.

Caem em prostração e ficam anestesiadas. Baixa produtividade, impaciência, irritabilidade e momentos de torpor e sono aparecem do nada.

Não são doentes, mas padecem e seu viço cai assim como contraponto do feérico ritmo que levam amiúde.

Pura falta de organização e prioridades com perda do senso maior de aprumo espiritual. A sanha da carne, da matéria, irrefreável, tem sido extrapolada pelos estímulos das novidades tecnológicas e dos apelos constantes aos impulsos do consumo. Estratégias de fomento aos nossos sentidos do prazer efêmero se sustentam muito facilmente contrariamente ao que deveria ser feito que seria o relaxamento e a distensão de nossos centros de força e de comando, para o descansar combatendo o sono na hora errada.

Temos que retomar o comando de nós mesmos. Só isso!

Quinto Zili

Mãe querida, 83

Mãe querida

Quantas vezes depois de sua partida chorei de saudade.

Da falta do seu carinho e de sua bondade.

Como era tranquilo todo o meu dia.

Pois sabia que ao chegar em casa, sua acolhida sempre teria.

Seu beijo, sua benção, suas mãos macias e quentes me tocando o rosto.

Me dizendo sempre palavras de bom gosto.

Queria mãe, voltar no tempo.

Bem criança me lembro, as dorzinhas de barriga que às vezes eram só medos que você pacientemente me ajudava e fazia a enfrentar com um toque, sempre que  me benzia.

Bastava um gemido e seu olhar me acalmava.

No frio seu calor é que me acalentava.

Papai impunha e você encobria.

Mas também era dura porém sempre com brandura.

A coisa melhor da vida, é lembrar da mãe querida.

Não acredito que um ser possa ser indiferente.

Não crer na magia que isso carrega em nossa mente.

Te amo minha mãe e que todas como você e tua fé, sejam abençoadas por Maria de Nazaré.

Quinto Zili

Meu amigo, 23

Meu amigo

Sei que ser feliz é por dentro e não por fora.

Sei que ter a paz é equilíbrio interior, daí que ela aflora.

Por hora, sensação que nem felicidade nem paz ainda estão em mim agora.

Nenhuma novidade nisso, se sou quem e o que pulsam nesse ser imperfeito.

O jeito é melhorar um pouco, a cada dia criar mais velocidade nesse feito.

Mas o carro não vai na frente dos bois.

Eu reconheço o mal que de mim já se levou.

O errado, tentado, passado ruim do meu eu não voltará mais depois.

Porque hoje tenho a fé raciocinada do bem em mim que já ficou.

Amigo fica comigo sempre.

Que Deus te ilumine.

Peço que sigamos em frente.

Para que essa amizade nunca termine.

Então amanhã terei paz e serei feliz.

Como desde que lá atrás Deus assim sempre quis.

Quinto Zili

 

Prece, 52

Prece

Nos livre dos pecados.

Jesus querido, que suas bênçãos se estendam sobre todos nós e em especial a quem esteja perdido no caminho, nas trevas, no umbral e aqueles que buscam causar o prejuízo aos outros.

Nos ampare pelas sendas. Há todo o mal à solta e toda a violência sem controle na espreita das nossas fraquezas materiais e morais durante o dia a dia. Nossas mentes ainda convivem com espetáculos de horror.

Ajude esses homens encarcerados e seus juízes. Todos vivem um inferno na terra.

Nos inspire a todo momento a ajudarmos os que não entendem a mensagem do amor. Sofrem pelo mal e pela falta do amor. Tudo lhes falta e principalmente a reflexão dos seus atos. Que possam começar a sentir o odor do podre, do fétido do poder das trevas que os dominam as ações e pensamentos. Que se espantem com a luz chegando, que fiquem cegos para o mundo exterior e passem a ver dentro de si e achem Deus ali mesmo.

Serão muitas revelações a todos e sem tempo de dizer não ao Mestre.

Que Deus nos ajude.

Quinto Zili

 

 

 

Elo com Deus : Páscoa , 20

Elo com Deus : Páscoa

Doce olhar de Jesus.

Nos confunde. Tanto poder e tanta verdade. Tanto amor e nenhuma vaidade. Tanta vida e viveu tão pouco entre nós.

Quando veio o tempo parou. A natureza mãe se fez de palco para sua passagem e o céu deve ter ficado mais iluminado por trinta e três anos seguidos. Era muita energia concentrada num só corpo.

Imaginar que um espírito pleno de luz se fez passar por gente como nós para que apenas iniciássemos nossa crença em algo realmente puro, maior e pleno. A fonte da própria luz divina veio até nós encurtando nosso esforço em descobri-la.

Até isso Deus permitiu acontecer para nós, seus pobres filhos, tivéssemos uma oportunidade entre tantas, porém, de sublime diferença.

O elo com Deus.

O Espírito da Verdade.

Jesus, a páscoa de todos os dias.

Graças a Deus.

Futuro, 14

Futuro

A chegada inspira nossa mente.

Experimentos feitos na vida seguem a intuição. Vastas camadas do conhecimento estão sendo desvendadas recentemente. E a linguagem do homem ainda não se beneficiou do infinito poder de comunicação com Deus. Todas descobertas são divinas e o homem demora a se aperceber disso. Está havendo evolução sim mas seremos advertidos logo dessa sequência ilógica da ausência do amor a Deus.

Todas as coisas e todos nós somos de Deus.

A trilogia do ser, humildade, bondade e conhecimento, nos colocou num necessário patamar de experimentação para que nós reconheçamos um todo e não mais indivíduos solitários errantes.

As experiências vão se multiplicar e avançar como nunca e o fluido cósmico estará mais presente na percepção humana. Ele fará parte do sensoriamento e das aquisições humanas e certos contatos serão cada vez mais frequentes. Muito ectoplasma será utilizado sem que percebamos propriamente. Até seu deslinde pela ciência dos homens.

Nada mais demorará tanto.

Quinto Zili

 

 

Luz II, 321

Luz

Acende a luz

O escuro me cega

Me mostra o caminho

Só percebo treva

 

Há muito não vejo luz

Tormenta me levou

Longe eu estou

Tenho na cabeça um capuz

 

Vagando em abismos

Depois de muitos sismos

Alguém me ouvir gritar

Um ser veio me salvar

 

Constrange o arrepender

Me cega agora uma estranha luz

Quem é o ser a me render

Só ouvi uma vez, quem é esse Jesus

Quinto Zili

Simples, 11

 

Simples

Simplicidade no viver.

A vida se complica facilmente. Temos o dom de fazer assim. Os excessos de toda ordem e a abundância de alternativas nos deixam na maior parte da vida em situação de desvantagem.

Contraste, mas é assim que acontece.

E todos os dias pedimos mais. Se não conseguimos acumular não teve valor. Tem que sobrar para ser melhor ou para ser vantajoso. O sentido vantagem é crônico em nossas vidas.

E acaba faltando tempo e então reclamamos da ausência de paz. Mas buscamos essa querida amiga fora de nós e nas coisas, menos dentro de nós.

Em tudo temos tanto e quanto; e mais, é cada vez menos.

Intensidade material, visual, sensorial e toda a abundância pede uma contrapartida. Sofrer.

O simples é muito mais difícil. Demora a ser descoberto. Não é fácil. Afinal leva-se uma vida para entendê-lo, mesmo sendo ele o outro lado ou simplesmente o oposto de tudo a todo momento.

Nem chegamos ainda no sentido humilde do simples. Esse, ainda, um pouco mais difícil de entender.

Quinto Zili

Pedras, 84

Pedras

Se os seixos não rolassem os rios teriam que alterar seus cursos. Então se nem as pedras ficam paradas porque nós ficaremos. E se as pedras evoluem no sentido do seu movimento não seremos nós os contrários.

Pequenas ou grandes e mesmos os ciscos, a natureza os formou e todos vieram do puro caos e das altas temperaturas. E suas posições dependem do tamanho dessas hecatombes para só depois de um longo refrigério se fixarem como as vemos hoje.

Dezenas, centenas, milhares, milhões e bilhões de anos.

Transformações longas e traumáticas fizeram da nossa Terra o grande astro bilenar em que vivemos neste universo divino. E temos pressa com as pedras. Temos pressa de mudar o mundo a nossa volta sem entender nada sobre o lento movimento das pedras. Sim, aquele seixo do rio que hoje está ali mas amanhã não mais e quando menos esperamos se o calhau não se moveu um rio mudou de curso ou uma barragem se formou.

Deus de nosso universo, perdoa nossa presunção e pretensão de tentar imitá-Lo sem que ainda nem saibamos entender as pedras. E até as chutamos.

Quinto Zili

Ondas do amor, 82

Ondas do amor

Como podemos pedir para alguém nos livrar dos nossos pecados se somos nós que os cometemos por livre e espontânea vontade.

A mansidão de quem perdoa não liberta o outro, pecador. Ameniza a paga sim porque sem o perdão da vítima ainda seria pior ao pecador. Lidar com o principal interessado em possível desforra que viraria obsessão da boa.

Gravosas relações do dia a dia hoje quase sempre são sequelas do passado. Ausência do perdão de lado a lado ontem mantendo tensões e contatos difíceis hoje.

Quando um ser perdoa outro abre-se uma reversão de corrente negativa no cosmo como dominós a derrubar outros numa sequência positiva até ser barrado de novo por um coração duro não disposto a entender o benefício da corrente do bem. Mas ainda assim haverá outros perdões a disparar essas mesmas ondas do amor.

Quinto Zili

Bússolas, 78

Bússolas

Rumos e caminhos traçados no passado são as nossas genuínas bússolas.

Nos guiamos verdadeiramente por aquilo que planejamos e pela condução via inspiração de nossos guias e os bons amigos espirituais. Nos encontramos em condição privilegiada. Nosso livre arbítrio no entanto, sim, pode quebrar a bússola e ela ainda assim nos será trazida a tempo e após conserto nos será oferecida mais uma vez para nossa redenção e por misericórdia divina. Tudo isso até mesmo numa mesma encarnação. E é o que bastante acontece.

Nossos instintos, fortes aliados da sobrevivência, hoje em dia já são superados pelo bom senso e pela inteligência emocional aplicada à fé. Esta funciona como o azeite da lamparina velha, sempre pronta a ser usada quando falham os modernos circuitos das luzes da atualidade.

Não seremos os apóstolos de Cristo Jesus tão cedo, por óbvio, mas há quem já se esteja aventurando às mandíbulas dos leões em pequenos coliseus íntimos provando suas mais benditas obras no caminho do Mestre.

Salvem os Discípulos.

Quinto Zili

 

Quântica, 48

Quântica

Espaço sideral e espaço entre nós.

A quântica veio demonstrar que ainda existem mais espaços a considerar. Dobraduras , buracos negros , brancos e de minhocas, que não imaginamos de onde vem e para onde vão.

Voltando ao trivial, a distância entre o bem e o mal é o espaço que menos conhecemos.

Mesmo a quântica ainda não venha explicar o porque desse abismo que é tão grande e difícil de percorrer.

Além da sua dimensão a oscilação é mais surpreendente e a incerteza entre esses dois polos gera mais insegurança, e para caminharmos de um em direção ao outro nos falta o combustível AMOR.

Só temos ausência de cores e escuro quando a luz é ausente. O fel dos maus sentimentos amarga nosso espírito quando buscamos os caminhos errados até chegarmos ao ponto do arrependimento para então descobrirmos o lado bom e calmo da serenidade dos bons pensamentos e consolidar o bem dentro de nós.

Fazer o bem , do mal além.

Quinto Zili

Preocupações

68

Preocupações

 

Antecipar os resultados, prognosticar, é para os sábios e alguns médiuns especiais.

Além disso é tencionar demasiadamente o esforço de viver, gerando stress, hormônios correlatos e radicais livres em excesso.

A vida tem seu timing e assim como levantar o passado é complicado, antever o futuro é trabalhoso. Ou vice e versa.

O caminhar é o melhor exercício de convívio dessas duas etapas que entre as quais se situa o presente. Um pé se lança e vira passado, projeta o corpo, presente, para frente e o outro pé vai assumir, futuro, o restante do movimento. Se titubearmos no meio do movimento, presente, ou caímos pra trás, voltar ao passado, ou tombamos bruscamente pra frente prejudicando o futuro. E o espontâneo e confortável ato de caminhar se torna uma dificuldade sem explicação aparente.

Correr já é uma aceleração do conjunto mas ainda assim normal e controlada e não antecipa o futuro, pois há que se manter o equilíbrio e usar um pé, o corpo, outro pé na cadência escolhida, que determine a maior velocidade e não a pressa. E qualquer coisa fora isso é cair de cara no chão.

Só se ocupe . Não se preocupe. Viva o presente.

Quinto Zili

Compromisso

33

Compromisso

Permita meu Deus que percebamos o que não vemos e sintamos o que não tocamos. Amigos nos ajudam nesta vida e só percebemos muito tempo depois, às vezes uma vida inteira. Combinado algo muito importante lá atrás mas simplesmente  esquecemos de cumprir.

Então a vida de um jeito ou de outro nos põe de quatro e como animal nos portamos submissos e coitados a implorar por aquilo com que já trazíamos e nascemos mas esquecemos de cuidar. Sempre esteve conosco e tornamos a deixar de lado pelas mais toscas conveniências do viver material.

E quantas vidas já vivemos desta mesma forma; combinamos uma coisa e fazemos outra. Dai tornamos a combinar de novo e novamente nos deixamos levar pelas ondas do prazer que nos devolvem à areia da praia. Não conseguimos ultrapassar a arrebentação e assim ficamos.

Os vícios são nossos piores defeitos e temos manias demais.

Como conseguimos não cansar dessa mesmice meu Deus?

Quinto Zili

Sentir

2

Sentir

Nuvens do meu passado recobrem minhas visões do presente. Enquanto tenho o sentir da vida tenho a beleza do que quero para mim. Ontem eu não via o que queria e hoje quero tudo, mesmo o que não vejo. O agora vem com o sentir. Agora sinto e vejo o meu desejo e toco a vida de todas as maneiras. Não sofro mais, pelo que não vejo. Sofro pelo que sinto e pelo que os outros não sentem. Ver e sentir. Ser mais feliz do que sofrer.

Quinto Zili

Outro lado

13

Outro lado

Maldade, desumanidade, infelicidade.Crueldade.

Sabedoria, beleza, pureza, amizade, lealdade. Gentileza.

Lado A e lado B. Matéria e espírito. Convivência e pacificação.

Suportar o peso da roupa carnal e conviver com a sensação de que algo mais existe além da vã dureza da matéria. Ouvir o que vem do outro lado. Tão aqui, mas tão distante. Parece existir um abismo. Só que é como atravessar uma pinguela. Sequer uma ponte. Não há grandes manobras. É um piscar de olhos. Apenas que muitos ao fechar as pálpebras demoram demais a simplesmente voltar a abri-las com medo do que se apresentará. Apenas o lado B, o reverso, os bastidores da vida, o texto original a ser relido, a conversa verdadeira deixada de lado por uma inteira vida.

Consciência.

Paz.

Quinto Zili

Fluido cósmico

10

Fluido Cósmico

Cúpula do universo, a luz suprema, energia máxima, início e fim de tudo.

Minha oração, conexão com a luz me une a esta energia magna.

Me alinho ao caudal do fluxo celestial , viajando com meu pensamento. Sinto o pulsar da vida. A essência.

Da minha raiz física, em troca com a terra mãe, se estende a seiva alimentadora.

Peço a paz interior. É o limite da compreensão para ativar tudo em meu ser. Só me completa quando se instala essa magia cósmica dentro de mim.

Paz, sabedoria do viver. Tudo, completude, plenitude.

Amém.

Quinto Zili