Pai

Pouco escrevi sobre meu pai

Mas muito guardo de sua lembrança

Moral e a ética que não me trai

Me deixou nobre e cristã  herança

 

Tenho orgulho de seu filho ser

É espírito humilde e de valor

Meu pai deixou em mim um querer

Ser homem de bem, no coração amor

 

Não se foi cedo ou tarde

Seu último suspiro foi leve

Nunca foi de fazer alarde

Sua aura devia ser branca como neve

 

Em mais um dia dos pais

Em que já venho como avô depor

Que todo pai não esqueça de seu filho jamais

Para não ser olvidado quando um dia se for

 

Preces para meu querido pai Octavio

Que esteja por perto da amada Yolanda

Esse querido par de meu querido amor

Me ensinaram a ver na dor também valor

Quinto Zili

Um comentário sobre “Pai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s