Amanhã, …2022

Ontem morri
Quase nem senti 
Foi como sonhar
E só não acordar

A vela apagou
Tudo se fechou
A cortina cerrou
E o ar acabou

Veio uma aflição rápida
Que logo passou
Quando abri meus olhos
Vi que um amanhã chegou

Que amanhã diferente
Sem café com leite
Nem mesa aparente
Só trabalho como deleite

Aqui se passa de outro jeito
Não vejo enganar
Não vejo defeito
Só tudo aguardar

Até amanhã irmão!
Até o ano que vem?









225

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s