Sonolência, 80

Sonolência

Muitas pessoas estão sofrendo de um mal estranho trazido pelos excessos.

Caem em prostração e ficam anestesiadas. Baixa produtividade, impaciência, irritabilidade e momentos de torpor e sono aparecem do nada.

Não são doentes, mas padecem e seu viço cai assim como contraponto do feérico ritmo que levam amiúde.

Pura falta de organização e prioridades com perda do senso maior de aprumo espiritual. A sanha da carne, da matéria, irrefreável, tem sido extrapolada pelos estímulos das novidades tecnológicas e dos apelos constantes aos impulsos do consumo. Estratégias de fomento aos nossos sentidos do prazer efêmero se sustentam muito facilmente contrariamente ao que deveria ser feito que seria o relaxamento e a distensão de nossos centros de força e de comando, para o descansar combatendo o sono na hora errada.

Temos que retomar o comando de nós mesmos. Só isso!

Quinto Zili

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s