Tudo, 100

Tudo

Sem dúvida é uma vida feliz e importante a que vivemos.

Sem sombra de dúvida poder amar e ser amado é uma sensação inalienável.

E sem a menor dúvida conhecer o universo, suas leis e crer em Deus é a marca do ser humano pleno.

A possibilidade simples de sermos todos irmãos movimenta por si só um complexo sistema de equilíbrio que ainda não aquilatamos. E de sermos um só nesse Deus é entendimento mais difícil para nós. Mas estamos cada vez mais próximos de perceber que tudo que fazemos e sentimos em relação ao próximo estamos por realizar em nós mesmos e talvez essa sustentabilidade do cosmo universal percebida dentro de nós nos abra a visão dos mundos. Não só nossa curiosidade mas a necessidade nos trará as percepções necessárias.

Deus maior de tudo e de todos.

Quinto Zili

Bençãos, 94

Bençãos

Somos apaixonados pelos santos e santidades e buscamos suas bênçãos a todo momento e por todos os motivos.

Mas se Deus está em nós e somos seus frutos e Jesus nos afirmou dessa maneira, teríamos que mais abençoar do que as pedi-las.

Paradoxo ou não nos falta fé nessa paixão viciada. Nos falta atitude. O bem e o amor já deveriam ter produzido seus efeitos em nós.

A falta de vontade e coragem de entender o amor e o bem nos vem da preguiça espiritual e é marca de nosso corpo carnal que se finge de vítima de si próprio.

Abençoemos com fé e humildade e nos livremos das paixões insanas buscando a vivência do bem e do amor.

Jesus nos ilumine.

DEUS Pai nos abençoe, seus filhos.

Quinto Zili

Cozinha, 88

Cozinha

Alimentação é o mais ancestral de nossos hábitos. Cozido ou crú, comemos desde sempre.

A agregação maior entre nós se deveu à criação dos espaços arquitetônicos, engenheirísticos e prazerosos da cozinha.

Queira ou não, evolução entre nós ou não, o fato é que o que mais une as pessoas e dentro das famílias é o hábito de cozinhar e comer juntos.

Os gourmets então, nem se fale. Como parecem ser cada vez mais desenvolvidos estes especialistas.

Mas o que podemos dizer é que  em planetas verdadeiramente mais evoluídos a alimentação é frugal e mesmo etérea e o que une as pessoas é o convívio  sincero, amoroso e fraterno. Em torno de temas os mais diversos, menos o cozinhar e comer.

Então!

Como transmutar essas nossas premências, hoje de sobrevivência, para uma vivência sobre e além das necessidades básicas?

Sublimar pelo amor e aprender com os ensinamentos de Jesus.

Quinto Zili

Apreço, 86

Apreço

Tal como carinho e amor, apreço é do time dos bons sentimentos.

Por alguém ou algo, é como ter uma dedicação especial. Se envolver e querer ter uma relação.

Então acabamos por nos sentir próximos e isso nos faz bem.

Porque não termos esse sentimento por tudo e todos pode ser a chave do futuro de cada um de nós.

Temos ensinamentos de sobra para nos tornarmos essas pessoas como Jesus e seus apóstolos.

Porque é tão difícil? Porque colocamos outros sentimentos antes do mínimo apreço? Admirar sem invejar é difícil? Olhar sem desejo de posse é complicado? Respeitar o sentimento e a situação do outro pela empatia, mais difícil ainda? E ouvir o outro sem julgar, impossível?

No mais das vezes somos apenas simpáticos e isso menos resolve.

Voltemos ao nosso jardim de infância e tentemos os sentimentos puros. Fazer o outro feliz porque estamos apenas brincando juntos e também ficamos felizes. Isso já bastaria para um excelente recomeço.

Recomecemos amigos.

Quinto Zili

Sonolência, 80

Sonolência

Muitas pessoas estão sofrendo de um mal estranho trazido pelos excessos.

Caem em prostração e ficam anestesiadas. Baixa produtividade, impaciência, irritabilidade e momentos de torpor e sono aparecem do nada.

Não são doentes, mas padecem e seu viço cai assim como contraponto do feérico ritmo que levam amiúde.

Pura falta de organização e prioridades com perda do senso maior de aprumo espiritual. A sanha da carne, da matéria, irrefreável, tem sido extrapolada pelos estímulos das novidades tecnológicas e dos apelos constantes aos impulsos do consumo. Estratégias de fomento aos nossos sentidos do prazer efêmero se sustentam muito facilmente contrariamente ao que deveria ser feito que seria o relaxamento e a distensão de nossos centros de força e de comando, para o descansar combatendo o sono na hora errada.

Temos que retomar o comando de nós mesmos. Só isso!

Quinto Zili