Erros, 29

Erros

Noções dos nossos erros, sim as temos e tanto nos preocupam quanto nos guiam. Nos movem também no sentido do bem.

Coletivamente é mais complexo porque a turba sempre fala pela voz dos eloquentes, que mais longe costumam estar das verdades.

O silêncio dos humildes contrasta e incomoda as falanges.

A amargura do coletivo espanta a si mesma.

Os homens bons estão a costurar as falhas do tecido social sem deixar se perceber pelos rudes e pitorescos seres da desdita.

O fato é que o mal se espalha fácil e habilmente e o bem tem que ser semeado e replantado para achar o solo ideal que é feito da terra para a qual as almas, já mais tranquilas, se fazem de adubo.

E nada se faz sem a chuva do amor que cai todos os dias pelo desejo divino.

Quinto Zili

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s