Paciência, 239

Paciência

Na paz e na ciência

Na ciência da paz

Na plena consciência

Atitude que apraz

 

Calma no ouvir

Humildade no olhar

Tranquilo sem ferir

Bondade no falar

 

Paciência é meio e fim

Tentar é caminho a seguir

Ousar se contestar enfim

Poder o orgulho ferir

 

Ouça a mais

Até ficar rouco

Sê paciente e calai

Amolece o coração só mais um pouco

 

Se achou que ainda é vago

Ser paciente é não ser orgulhoso

Amar a própria voz, grosseiro afago

Apreciar a do outro, respeito zeloso

Quinto Zili