Chuva, 401

Chuva 

Molhada de água

De neve ou de granizo

Tempestades

Ou chuvisco improviso

 

Então não se sabe

Quando vem ou vai

Mas há quem estude

Poder antecipar, uai

 

A chuva traz de volta frio

A água evaporada que já foi chovida

Tudo que no tempo se transforma em rio

Nossa existência enriquecida

 

Esse fenômeno da natureza

Nos salva de tragédias fatais

Secas e desertos só seriam

Cidades em que hoje morais

Quinto Zili

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s