Lixo mental, 151

Lixo mental

Pensamento solto, elo frágil

Ideias tolas, vigília quebrada

Não tolera o serpenteio

Mente que opera contaminada

 

Entre espasmos de saúde

Uma e outra pincelada

Leva e traz revolta amiúde

Já no ódio foi tragada

 

Superar o fel da ira

Suportar pressão demasiada

Quase chama, fogo  em pira

Quebra o lacre, explosão deflagrada

 

Se não te agrada estes versos

Faz de conta que não é contigo

Sofre e clama por gestos reversos

Do algoz que parece inimigo

 

Triste mote deste pensamento

Que é tóxico e insuportável convívio

Falta a via do saudável alento

Lixo mental destruir para o alívio

Quinto Zili

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s