Lavanderia, 128

Lavanderia

Roupa suja se lava em casa

Sabão em pedra ou detergente

Mesmo sem chuva ou só água rasa

Importa que seja só entre a gente

 

Na frente dos outros vira teatro

Não vale a pena se ter essa sina

Pra que transformar cena em ato

De graça criar uma pantomima

 

Foge das luzes se quer se entender

Troca com o outro a escuta atenta

Traz para o canto sem alarde fazer

Trata o problema por cara argenta

 

Na vida espera, porque tudo passa

Passa com dor ou só com o tempo

Remédio no entanto, nunca é de graça

Vê se não deixa problema ao relento

 

Mas se você cuida de si e do outro

Prepare e entende este recado

Mais vale por perto um amigo revolto

Que um eito de gente triste ao seu lado

Quinto Zili

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s