Umbral, 150

Umbral

Jesus nos inspire, guie, ilumine e proteja!

 

Calvário, expurgo, libertação

Tormenta, expiação e paga

Sofrer de homens, mulheres, crianças

Idosos esquecidos, aleijados, doentes

Universo em mutação e redenção

 

Notícias e aspectos da humanidade

Pensamentos em desalinho

Torpor e sono

 

Beleza morta

Discurso oco

Declarações espúrias

 

Não há rima neste contexto

Não há sinal de união

O umbral é aqui mesmo

O céu é tela pintada da imaginação

                                                                      Deus tenha piedade de nós

Quinto Zili

Escolhas, 186

Escolhas

O céu escolhe o mar no horizonte

As estrelas escolhem o céu no infinito

Nossos pés escolhem o chão rasante

Nossa mente o saber, o mais bonito

 

Criança prefere a mãe logo que nasce

A mãe dá leite ao filho, do próprio peito

Pai e mãe se escolhem e vem o enlace

Família monta a casa do seu jeito

 

A gente escolhe um deus que imaginamos

No bem um velhinho como um Noel

No mal um bruto com quem nos estranhamos

E a vida nos mostra o real sem o véu

 

Que Deus, o Único, também te escolheu

Te criou e Te deu todas as oportunidades

Escolhestes umas boas, outras nem mexeu

Recolhe os bons frutos e deixa as maldades

 

Acolhe e não escolhe de agora em diante

Faz o que o Cristo deixou em exemplo

Não perdes mais tempo ficando distante

Melhor das escolhas, o amor como templo

Quinto Zili

Tontices, 381

Tontices

Quando se tem pouco a fazer

Vagos pensamentos

Falsos sonhos se ter

Aviltamentos

 

Descuidos, desleixos em pilha

Formam a armadilha

Cuidado, há perigo no ar

Na curva poderás capotar

 

Nossas tontices são muitas

Qualquer relaxar

Total descuidar

Ameaças fortuitas

 

Forçar a melhor conduta

Parece piegas

Mas se resoluta

Assim não te entregas

Quinto Zili

Nada mesmo, 120

Nada mesmo

Às vezes nos percebemos como imperceptíveis seres no universo. Olhamos o céu à noite e enxergamos uma imensidão de escuro pilhado de outros mundos e vem uma noção de insignificância , de pequenez , de um não ser nada. Nada mesmo. Um nada no meio de um tudo.

Isso porque ainda achamos que o único planeta habitado e com gente inteligente é a Terra.

E quando pensamos na vastidão dos mundos também vem essa sensação  de atraso no tempo. Ainda matamos para comer. Matamos também por ódio e por vingança. Produzimos guerras. O único planeta habitado no universo destrói  sua própria natureza para sobreviver. Quanta demonstração de inteligência… Que adianta a filosofia sobre as galáxias se estamos acabando com a própria água e onde crianças morrem de fome e pela violência.

Nada mesmo. Somos nada e ainda nos falta humildade para reconhecer.

Mas temos solução e salvação. A consciência nos trará o caminho e devemos educar nossos filhos para isso. E tudo mudará. A única verdade.

Quinto Zili

 

 

Bençãos, 94

Bençãos

Somos apaixonados pelos santos e santidades e buscamos suas bênçãos a todo momento e por todos os motivos.

Mas se Deus está em nós e somos seus frutos e Jesus nos afirmou dessa maneira, teríamos que mais abençoar do que as pedi-las.

Paradoxo ou não nos falta fé nessa paixão viciada. Nos falta atitude. O bem e o amor já deveriam ter produzido seus efeitos em nós.

A falta de vontade e coragem de entender o amor e o bem nos vem da preguiça espiritual e é marca de nosso corpo carnal que se finge de vítima de si próprio.

Abençoemos com fé e humildade e nos livremos das paixões insanas buscando a vivência do bem e do amor.

Jesus nos ilumine.

DEUS Pai nos abençoe, seus filhos.

Quinto Zili

Frágil,496

De Damascos a Marielles

Frágil nossa compreensão

Guerras, flagelos a nossas peles

Humanos cruéis alegam suspeição

 

Termos de condutas desvairados

Dirigentes e comandados

Por enquanto, perdida a equidade

Parecem só crer na injustiça e maldade

 

Onde estão os assassinos

A incúria encobre seus desatinos

Na espreita nos ronda a guerra

Fratricidas no planeta Terra

 

Frágil e fútil o entendimento

Moral estreita dos comandantes

Falta buscar as razões dos maus caminhantes

A vida não é próprio banimento

Quinto Zili

 

Futuro, 14

Futuro

A chegada inspira nossa mente.

Experimentos feitos na vida seguem a intuição. Vastas camadas do conhecimento estão sendo desvendadas recentemente. E a linguagem do homem ainda não se beneficiou do infinito poder de comunicação com Deus. Todas descobertas são divinas e o homem demora a se aperceber disso. Está havendo evolução sim mas seremos advertidos logo dessa sequência ilógica da ausência do amor a Deus.

Todas as coisas e todos nós somos de Deus.

A trilogia do ser, humildade, bondade e conhecimento, nos colocou num necessário patamar de experimentação para que nós reconheçamos um todo e não mais indivíduos solitários errantes.

As experiências vão se multiplicar e avançar como nunca e o fluido cósmico estará mais presente na percepção humana. Ele fará parte do sensoriamento e das aquisições humanas e certos contatos serão cada vez mais frequentes. Muito ectoplasma será utilizado sem que percebamos propriamente. Até seu deslinde pela ciência dos homens.

Nada mais demorará tanto.

Quinto Zili

 

 

Luz II, 321

Luz

Acende a luz

O escuro me cega

Me mostra o caminho

Só percebo treva

 

Há muito não vejo luz

Tormenta me levou

Longe eu estou

Tenho na cabeça um capuz

 

Vagando em abismos

Depois de muitos sismos

Alguém me ouvir gritar

Um ser veio me salvar

 

Constrange o arrepender

Me cega agora uma estranha luz

Quem é o ser a me render

Só ouvi uma vez, quem é esse Jesus

Quinto Zili

Padroeira, 312

Padroeira

Maria Mãe querida!

Anjo maior desta vida

Geraste o príncipe do amor

Criaste o rei deste planeta

 

Não houve fogos nem trombetas

Mas sim o anúncio pelas estrelas

Deus assim pôs em prática

Plano maior a salvar todas ovelhas

 

Vosso filho Cristo, Padroeira

Que comanda esta Terra prometida

Só quem vos chama de mãe verdadeira

Tem amor tão grande, sem medida

 

Somos vossos filhos ausentes de paz

Todos carentes a vos chamar

Clamando pela vossa ação tenaz

Que todo mal desfaz ao vosso simples olhar

Quinto Zili

Amigos II, 140

Amigos II

Quantos amigos podemos ter

O universo pode estar cheio deles

Quantos inimigos podemos haver

No universo criamos todos eles

 

O tom numa conversa qualquer

O olhar lançado mais duro

O pensamento criado alter

A ver inimigo no escuro

 

Faísca do mal, bem fácil aparece

Vem do nada , surge espontânea

Tememos por ela, fugimos com prece

Sem quase domínio, espalhando cizânia

 

Faísca do bem, gerada no amor

Condição de quem fala pelo coração

Tememos não tê-la; dificuldade interior

Domínio do bem quando entra em ação

 

Entre o bem e o mal que podemos gerar

Deus nos deu o arbítrio para a evolução

Ao julgarmos tudo no viver e criar

Vemos que Ele não julga; mas assim faz nosso coração

 

Amar o próximo como a ti mesmo.

Quinto Zili

Alternativas, 147

Alternativas

Claras luzes de uma manhã

Buscam brechas para o seu surgir

Espelhos d’água a refletir

Trazem a abertura de um novo amanhã

 

Caixa prego ou por aqui

Fontes novas precisamos ter

Hoje faltam noutro ser

Noutro dia faltam a ti

 

Se me farto de alegria

Outro alguém pode sofrer

Compaixão devo aprender

Cuidar de alguém a todo dia

 

Busquemos outras novas vias

Achemos novos caminhos

Como a luz acha os ninhos

Criemos mais alternativas

 

Pode ser com alegria ou dor

Desde que se ache a solução

Só não pode ser em vão

Porque há de ser só pelo amor

Quinto Zili

 

 

 

 

 

 

Caminho, 130

Caminho

Andar, correr, percorrer. A estrada nos leva sempre a algum lugar, mesmo que seja por exercício e numa pista circular. A distância vencida não importa, curta ou longa, no tempo que for, te leva a descobrir que parecia que não sabia de nada, até o exato momento que deu início a tal lançada.

O movimento cria em você outra disposição e nova forma e faz de você outro ser. Transformou o tempo em movimento e isso não ia acontecer até que naquele instante foi tomada a decisão. Seu corpo se renovou e sua mente se esvaziou para um reabastecer, como um renascer.

Células e hormônios foram requisitados e muitos estavam esquecidos.

E se veio a dor é porque você não esqueceu de ninguém dentro de seu corpo. E ele retribuiu com nova companhia que agora você aprenderá a cuidar. O músculo exigido e que estava parado, foi lembrado e você agradece a ele agora pois renasceu e você também.

Quinto Zili