Rua

O bom endereço

De uma boa casa

Mas pode ser só um destino

De quem não vive e a vida arrasa

 

Sendo rico ou sendo pobre

Cada qual tem sua rua

Com teto ou mal se cobre

Vida doce ou nua e crua

 

É o próprio universo

Por onde passa muita gente

A rua é do poema o verso

Rima da vida o lar ausente

 

Mesmo escura a rua acolhe

No fim para muitos vira solução

Sem saber do mundo ela recolhe

Quem perdeu tudo, inclusive a ilusão

Quinto Zili

1146

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s