Cegos, 398

Cegos

Nessa ou noutra existência

Muito se vê mas pouco se enxerga

Vale pouco a visão

Se é sem compreensão

 

O cego espiritual é pior

O cego material, expiação ou prova

Sucessivas vidas corrigem para melhor

Muitas chances ao que se renova

 

Nascer e viver em dificuldade

Forçando se perder a vaidade

Ganhamos em humildade

Se entendermos o sofrimento como caridade

 

De Deus vem a missão

Te melhorar enquanto ajuda alguém

Sem um vintém terás o sucesso

O bem e o amor garantem o acesso

 

Ajuda o cego, quem lhe entende o porquê

De estar, e não ser, só deficiente do corpo

Um espírito vencedor não precisa de esmola

Tem mais a dar, é oportunidade de escola

Quinto Zili

2 comentários sobre “Cegos, 398

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s