Ouvir

Quietude

Paciência

Moderada atitude

Ouvir é ciência

 

Primeiro escutar

Depois falar

Seguir o ditado como boa ovelha

Quando um burro fala, outro abaixa a orelha

 

Respeitosamente

Mais que isso

Jeitosamente

Bom compromisso

 

Duas orelhas e só uma boca

Não são enfeites na cabeça

E se a língua for louca

Pode que os ouvidos enlouqueça

 

Antes que se confunda, se merece

A máxima é que o silêncio é uma prece

E se de ouro é o falar

Diamante é ouvir, o escutar

Quinto Zili

781

 

Agrião

Amargo e meio picante

Clorofilante

Na salada

Ou de bocada

 

Há quem dele não goste

Quando criança me dava ânsia

No prato alguém que o encoste

Outro o quer de ganância

 

Agrião, forte, verde escuro

No suco se delicia

Refrescante e puro

Saúde propicia

 

Tempera a ver se não gosta

Qual rúcula deliciosa

Sua irmã, tente a aposta

Os amargos na boca prazerosa

Quinto Zili

838

 

 

 

 

 

Paralelo

Paralelo

Apenas o outro lado

Um mundo associado

O que não vemos

O paralelo que não cremos

 

Almas em convívio

Para quem for o alívio

Não se sabe de antemão

Compartilhar em profusão

 

Um mundo inteiro

Paralelo e real

Pouco nítido mas lindeiro

Não nos atina o espiritual

 

Só partindo para ver

Sentir, verificar e comprovar

Encarnado é difícil de crer

Como aqui é aí, sem por nem tirar

 

Morre para ver

Faço contigo aposta

Aí, temos dúvida de entender

Aqui, tudo vira resposta

Quinto Zili

890