Esquecer

Do mal e da dor

Da raiva, da falta de amor

Dos vícios materiais e morais

Das más tendências reais

 

Não dá só para esquecer

Apagar sem rever

Não dá para apenas virar as costas

Seguir sem perdoar são as piores apostas

 

A verdade é só uma

Quantas vezes precisaremos

Até que o bem em nós assuma

Todos de nós assim nos transformaremos

 

Cultivar o amor em toda parte

Começar em nós mesmos essa arte

Estendendo ao próximo como possível

Até se tornar prática normal e sensível

 

Assim o esquecer é mais que tentativa

Realidade é entender e modificar

O que é ruim, em bom de forma definitiva

E o mal, no bem do amor e do perdoar

Quinto Zili

1019