Marielle Franco, 14 de março de 2018

Marielle Franco

Neste março de dezoito

Aos quatorze dias do mês

O mal esteve mais afoito

Vimos o prejuízo que ele fez

 

Levou a corajosa e bela Marielle

Tudo que não se esperava aconteceu

Agora nos vemos infelizes na própria pele

A franca Franco se foi, morreu

 

Quem tirou sua vida por certo é do mal

O mal foi longe demais, se estabeleceu

Temos medo desse lodo fatal

Até parece que o bem desapareceu

 

Destarte queridos amigos no bem

Os gatilhos que dispararam balas

Tenazes projéteis como vindos do além

O mal exorbitou, emudeceu do bem as falas

 

Vamos agora não só fazer nossas preces por ela

Também pelo querido Anderson Gomes o motorista

Que deixou linda família por quem amor se apela

Tal tragédia não pode só ser mais uma capa de revista

 

É tempo de construirmos o bem melhor

A horda do mal colherá do próprio plantio

O BEM suplantará a maldade pior

A PAZ cruzará pela própria ponte que o mal construiu

Quinto Zili

Nota do autor:

Sabermos ouvir, respeitar e tolerar os diferentes nos faz mais justos. Nada justifica vidas serem ceifadas, menos ainda com tamanha violência. Não vamos melhorar nossa sociedade e nosso país cultivando a intolerância. As diferenças são sempre bem vindas e a pluralidade de pensamentos nos faz avançar moralmente.

2 comentários sobre “Marielle Franco, 14 de março de 2018

  1. Não sou Espírita….mas senti-me confortado por sua sensibilidade, expressa nessa poesia, diante de tanto discurso de ódio contra essa moça

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s